Justiça determina bloqueio de R$ 3 bi de Eike e família


O montante envolve 1,5 bilhão de reais em ativos financeiros, além de imóveis, barcos e aeronaves. Medida visa garantir a reparação de danos a investidores

Eike Batista é réu de seis processos que foram unificados
Eike Batista é réu de seis processos que foram unificados 
(Felipe Dana/AP)

A Justiça do Rio determinou o bloqueio de bens de Eike Batista em até 3 bilhões de reais, em ação penal movida pelo Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro. A medida, executada na última segunda-feira, foi estendida aos dois filhos do empresário, Thor e Olin, à atual mulher dele, Flávia Sampaio, e à ex-mulher, Luma de Oliveira.

Segundo o juiz titular da 3ª Vara Criminal Federal do Rio, Flávio Roberto de Souza, o objetivo é, em caso de condenação, garantir a reparação de danos a investidores da petroleira OGX (rebatizada de Óleo e Gás Participações) ou ao mercado de capitais em geral, além do pagamento de multas. Continuar lendo

Anúncios