Após reações de centrais sindicais e apresentação de 600 emendas, Sibá Machado sinaliza diálogo com lideranças para buscar acordo

Dida Sampaio/Estadão

­ O líder do PT na Câmara dos Deputados, Sibá Machado (AC), admitiu nesta terça­-feira, 10, que o texto das Medidas Provisórias (MP) que trazem mudanças na legislação trabalhista não serão aprovadas como vieram do Executivo.

O petista lembrou que mais de 600 emendas já foram apresentadas pelas bancadas e que é preciso buscar um consenso para definir quais são as prioridades que devem ser introduzidas nas propostas. “Com 600 emendas, é claro que ele jamais será aprovado em sua origem. Algumas mudanças irão acontecer”, declarou Sibá Machado, após a reunião de líderes da base governista na Casa. Continuar lendo

Líder do PT admite que pacote trabalhista de Dilma será alterado no Congresso

Anúncios