O Melhor do Litoral do Paraná: OPERAÇÃO BARREADO Justiça decreta prisão de advogados que defendem pescadores do Paraná


Segundo as investigações, eles instalaram uma quadrilha no fórum cível de Antonina. Servidores da repartição também tiveram a prisão decretada

A Justiça decretou a prisão preventiva de quatro advogados de um único escritório, acusados de terem articulado um núcleo criminoso no cartório cível, no fórum de Antonina. Eles representam mais de 1,2 mil pescadores da cidade, em ações indenizatórias movidas em decorrência de acidentes ambientais ocorridos no litoral do Paraná. De acordo com a denúncia oferecida pela Promotoria Criminal de Antonina, os advogados pagariam propinas mensais a servidores para que estes dessem tramitação mais rápida a processos de interesse do escritório. As investigações continuam, para apurar se o grupo se apropriou da indenização dos pescadores e se houve lavagem de dinheiro.

Foram decretadas as prisões dos advogados Fabiano Neves Macieywski, Heroldes Bahr Neto, Saulo Bonat de Mello e Kleber Augusto Vieira, todos do escritório Bahr, Neves e Mello. Eles são acusados de formação de quadrilha e corrupção ativa. A pedido do Ministério Público (MP), a Justiça também determinou a prisão de quatro pessoas que trabalhavam no cartório cível.

Continuar lendo

Anúncios