ALERTA: ATENÇÃO para o golpe da transferência do jogador de futebol para a Europa


Apesar de parecer ser uma tentativa de golpe antiga (2007) – pelo que pesquisamos, percebemos que ainda está em andamento e está tendo como alvos: advogados e escritórios de advocacia, além de outros profissionais. Parece ser bem elaborado, mas, em verdade, contém inúmeras falhas – basta pesquisarem a autenticidade das informações na internet. É o golpe da transferência do jogador de futebol para a Europa. Geralmente vão tentar fazer com que você deposite algum valor em alguma conta. Cuidado!

O farsante geralmente se identifica como jogador de futebol, envia um currículo e um número de telefone celular (geralmente do Sul – prefixo 54 e pré-pago). Conjuntamente, você recebe outro e-mail dele, por outro endereço e outro nome, identificando-se como tradutor de um grupo estrangeiro que irá fazer a negociação (transferência desse jogador para a Europa). Os e-mails geralmente são de empresas estrangeiras que oferecem o serviço de e-mail gratuito.

Seguem abaixo as informações que identificamos e que já foram utilizadas: Continuar lendo

Anúncios

Novas regras do seguro-desemprego já estão valendo; entenda


Mudanças valem para quem foi demitido a partir de sábado (28).

Veja em quais situações o trabalhador terá direito ao benefício.

A partir desta segunda-feira (2), os trabalhadores que pedirem o seguro-desemprego já estarão enquadrados nas novas regras, que começaram a valer para quem foi demitido a partir de sábado (28).

“A vigência da Medida Provisória [que estabelece as novas regras] começará 60 dias a partir da data da publicação. Sendo assim, as novas regras incidirão nos trabalhadores demitidos a partir do dia 28 de fevereiro de 2015”, diz o Ministério do Trabalho.

Confira o que muda com as novas regras: Continuar lendo

Vídeo mostra disputa de quem bebe mais em festa que terminou em morte


Universitário de 23 anos morreu após ingestão de álcool em excesso.

Três jovens que participaram da festa em Bauru seguem internados.

Um vídeo divulgado na internet mostra o momento em que o jovem Humberto Moura Fonseca, que morreu após ingestão excessiva de álcool em uma festa universitária, participava de uma competição para ver quem conseguia beber mais. A festa aconteceu no sábado (28), em Bauru (SP). Outros três participantes – entre eles duas mulheres – continuam internados em estado grave.

De braços pra cima, estudante comemora após tomar outra dose de vodca (Foto: Reprodução/TV Globo)

De braços pra cima, estudante comemora após
tomar outra dose (Foto: Reprodução/TV Globo)

O vídeo mostra vários estudantes sentados em uma grande mesa, com copos plásticos que são abastecidos com vodca, em meio a um clima de festa. “É um shot por minuto”, diz um rapaz, em referência à regra da disputa: tomar uma dose de vodca a cada 60 segundos.

Na “maratoma”, como o jogo é chamado, vence quem beber mais, sem passar mal. No vídeo é possível ouvir outras pessoas incentivando Fonseca, que tinha o apelido de Lombada: “Au au au, Lombadinha é um animal”. Após tomar mais uma dose, o jovem levanta os braços, em comemoração.

De acordo com o delegado Kleber Granja, testemunhas disseram que Fonseca bebeu mais de 30 doses de vodca na festa, que reuniu mais de duas mil pessoas e começou na tarde de sábado. O folder promocional do evento destacava que o evento era “open bar”, ou seja, teria distribuição de bebidas como cerveja, vodca e pinga já incluída no valor do convite, que variava entre R$ 28 e R$ 42. Continuar lendo

O juiz, os carrões e o ex-bilionário


Os golpes do juiz federal que pegou para uso pessoal os carros, e até o piano de cauda, de Eike Batista, fazendo com que os processos contra o empresário voltassem à estaca zero

“Assim que sair do caso, ele mete o pé fora do País.” A frase foi dita sob anonimato à ISTOÉ por uma pessoa próxima do juiz Flávio Roberto de Souza, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que garantiu que ele cogita se mudar do Brasil. Este seria o último ato de um magistrado que praticamente virou réu no processo que julga crimes financeiros cometidos pelo empresário Eike Batista. Isso porque Souza levou para seu condomínio, ilegalmente, bens apreendidos pela Polícia Federal na casa do ex-bilionário, como três carros de luxo e um piano de cauda. Questionado, o juiz justificou sua atitude como sendo “normal”. Só ele parece ter achado. O magistrado foi tirado do caso na quinta-feira 26 e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) pediu seu afastamento ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), até que sejam apuradas as circunstâncias que o levaram a dirigir um carro de Batista, um Porsche Cayenne, pelas ruas do Rio. Não é a primeira vez que Souza se enrola com a Justiça. Continuar lendo