Lista de Janot chega ao STF com nomes de Eduardo Cunha e Renan Calheiros


Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado já foram informados, mas negam; material chegou à Corte nesta tarde

Eduardo Cunha_AgBr.jpg
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha
Renan Calheiros_AgBr.jpg
O presidente do Senado, Renan Calheiros
Chegou no Supremo Tribunal Federal na tarde desta terça­-feira, 3, a lista de parlamentares que serão investigados na Operação Lava Jato, enviada pelo procurador-­geral da República, Rodrigo Janot. O ministro Teori Zavascki, do STF, deve deferir ou indeferir os pedidos de abertura de inquérito até esta sexta-­feira, quando também tornará o conteúdo oficialmente público. Os documentos estão no prédio do Supremo dentro de uma caixa e passarão por um trâmite burocrático para ganhar um protocolo. Continuar lendo
Anúncios

Justiça do DF manda deportar o terrorista Cesare Battisti


Juíza da Vara do Distrito Federal acatou pedido do Ministério Público e considerou ilegal o visto concedido ao italiano



O terrorista Cesare Battisti, quando deixava o Complexo Penitenciária da Papuda, em Brasília
O terrorista Cesare Battisti, quando deixava o 
Complexo Penitenciária da Papuda, em Brasília
(Givaldo Barbosa / Agência O Globo/VEJA)

A juíza federal Adverci Rates Mendes de Abreu, da 20ª Vara do Distrito Federal, determinou a deportação do terrorista italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua no país europeu por assassinatos, mas que vive em liberdade no Brasil por uma decisão vergonhosa do ex-presidente Lula. A juíza considerou que o visto de permanência do italiano como um refugiado político, concedido pelo Conselho Nacional de Imigração, é “ilegal”. Continuar lendo

Justiça afasta juiz e anula decisões do caso Eike; bens ficam apreendidos


Desembargador disse que Souza ‘estava inapropriadamente envaidecido’.
Defesa de empresário comemora decisão: ‘Questão resolvida’.

julgamento juiz de eike (Foto: Cristina Boeckel/G1)

Julgamento sobre o afastamento de juiz do processo 
contra Eike Batista (Foto: Cristina Boeckel/G1)

A 2ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro decidiu, na tarde desta terça-feira (3), afastar o juiz Flávio Roberto de Souza do processo que tem o empresário Eike Batista como réu, por manipulação do mercado e uso indevido de informações privilegiadas. Todas as decisões tomadas pelo magistrado foram anuladas, com exceção do bloqueio dos bens do empresário. Continuar lendo