Família diz ter comprado linguiça recheada com maconha

Família diz ter comprado linguiça recheada com maconha

Produto foi comprado em um supermercado de Paranaguá e estava recheado de uma erva que tem textura, forma e cheiro de maconha. Material foi encaminhado para perícia

Uma família de Paranaguá tomou um susto na hora de fazer o churrasco no último domingo (19). A linguiça tipo toscana que seria servida como aperitivo para os convidados estava recheada com uma erva semelhante a maconha.

Tudo ocorria normalmente até que, ao cortar a linguicinha que estava assada, o cheiro de maconha se espalhou pela casa. O assunto veio a público após a parnanguara Ana Alves postar imagens do churrasco frustrado em uma rede social.

A 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá informou que um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado na manhã desta quarta-feira (22) pela família que alega que a linguiça estava recheada com maconha. O delegado adjunto, Nilson Santos Diniz, disse à Gazeta do Povo que encaminhou o material para exame pericial.

“Embora o material seja muito semelhante a maconha em sua textura, forma e cheiro, somente após os resultados apresentados pela perícia vamos definir os rumos da investigação. Se for constatado que a substância encontrada na linguiça é entorpecente, vamos investigar o crime de tráfico de drogas e descobrir em que local a substância foi inserida no produto”, diz. O resultado do exame deve sair em 30 dias.

O gerente do estabelecimento, Vicente Vilaça informou à reportagem que a cliente já havia reclamado do “recheio” da linguicinha. “Em 32 anos de varejo, nunca havia me deparado com um fato semelhante a este, mas nos colocamos a disposição para esclarecimentos e também para ressarcir o nosso cliente. Encaminhamos o assunto para a empresa fabricante do produto”, disse Vicente.

via Família diz ter comprado linguiça recheada com maconha | Vida e Cidadania | Gazeta do Povo.

Anúncios