Professores se reúnem para manifestação; passeata deve começar as 10h30

Cerca de 200 pessoas ocupam a Praça 19 de Dezembro para protestar contra projeto de lei do governo do estado

Por volta das 7 horas desta segunda-feira, já era possível acompanhar a movimentação de professores na Praça 19 de Dezembro – conhecida popularmente como a praça do Homem Nu. Barracas e cartazes começam a dar o tom que deve ter esta manhã no Centro Cívico, em Curitiba. Professores e o governo do estado voltam ao “embate”, uma vez que o Executivo pretende que a Assembleia Legislativa aprove matéria polêmica que altera a previdência dos servidores estaduais.

Na tentativa de não repetir o cenário de guerra visto em fevereiro – ocupação da assembleia, sessões legislativas em um restaurante e deputados chegando em camburão – o governo ordenou o cerco da Assembleia, que está sendo feito pela Polícia Militar. Contudo, o fato não intimida os manifestantes. Por volta das 9 horas, cerca de 200 pessoas já estavam concentradas e pretendem fazer passeata às 10h até a o coração do Centro Cívico, a Praça Nossa Senhora de Salete.

Marlei Fernandes, diretora da APP Sindicato, que reúne os servidores da educação, diz que o grupo vai protocolar um ofício para o governador Beto Richa (PSDB) e para o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), solicitando a retirada da proposta. Ela considera o cerco à Assembleia uma arbitrariedade. “Temos direito de entrar na Assembleia caso o governo não aceite o pedido de retirada da proposta”, afirma.

Cerco

Na Assembleia Legislativa, é possível ver uma intensa movimentação de policiais, inclusive aqueles destinados à operações especiais. Carro-forte e efetivo policial cercam o prédio e também estão entrando no local para garantir a segurança.

Uma reunião marcada para as 10h entre a PM e a APP deve explicar a ação policial montada para esta segunda-feira.

via Professores se reúnem para manifestação; passeata deve começar as 10h30 | Vida Pública | Gazeta do Povo.

Anúncios