Vai comprar na Black Friday? Confira as dicas para escapar de fraudes

“Diante de tantos anúncios sobre o Black Friday, encontrei um artigo muito bom do Dr André Arnaldo Pereira, no qual de maneira didática explica como o Consumidor pode buscar seus direitos em caso de fraudes ou propaganda enganosa nesta data. São mais de 12.000 pessoas lesadas no evento de 2013”.

Quem está a fim de aproveitar a Black Friday na próxima sexta-feira, dia 27 de novembro, precisa estar atento para não deixar que a empolgação pela promoção se transforme em dor de cabeça.

Por isso, o Procon, órgão de prestação de serviços de defesa do consumidor, está monitorando os preços dos produtos nos sites e fornecedores físicos há quase 90 dias.

Essa marcação cerrada tem o intuito de inibir e encontrar indícios da chamada “Black Fraude”, quando grandes promoções são concedidas a produtos com preços recentemente elevados. De acordo com o Procon, essa é uma ação abusiva contra o consumidor e que deve ser denunciada.

O consumidor deve fazer algumas pesquisas com antecedência para checar os preços dos itens que deseja comprar no dia da promoção. Nesse período, o Procon recomenda imprimir ou salvar as imagens dos descontos, já que é uma maneira de comprovar uma possível fraude. Além disso, toda promoção precisa ser mantida ao longo do dia e essa imagem pode certificar que ocorreu algum desrespeito.

Outros cuidados essenciais, especialmente, para quem vai comprar em lojas virtuais: ter um antivírus atualizado em seu computador, não fazer compras em computadores públicos e sempre verificar a reputação dos sites escolhidos antes de fechar um negócio.

Confira a seguir algumas dicas do Procon para realizar as suas compras com segurança:

1 – Lista

Monte uma lista com todos os itens que você deseja adquirir. Desta forma, você poderá analisar os preços com antecedência e vai evitar fazer compras de última hora, apenas por impulso.

 2 – Pesquisa

Faça uma pesquisa previa dos valores dos itens desejados e imprima ou salve as imagens para poder comprovar se, eventualmente, ocorrer alguma fraude nas promoções ou maquiagem de preços no dia da Black Friday.

3 – Defesa do consumidor

Se você tiver qualquer dúvida com relação aos seus direitos, sempre pode ligar para os órgãos de defesa do consumidor da sua região ou entrar em contato com o Procon através de e-mail, site oficial e redes sociais.

4 – Compras pela internet

Fazer compras pela internet sempre exige alguns cuidados a mais. Faça as compras a partir do seu computador, mantenha o antivírus atualizado e pesquise a reputação dos sites antes de fechar a compra. O site Reclame Aqui é uma boa fonte de informação a respeito da qualidade do atendimento de lojas virtuais.

5 – Preço do frete

Não olhe apenas o valor do produto, mas, tenha cuidado com o preço do frete. O consumidor precisa ter esse cuidado até mesmo para avaliar a variação nos preços das lojas virtuais e das lojas físicas.

6 – Código de Defesa do Consumidor

Vale frisar que todas as regras estabelecidas no país por meio do Código de Defesa do Consumidor continuam em vigor durante a Black Friday ou qualquer outro dia do ano. Sendo assim, o consumidor que se considerar lesado de alguma maneira pode recorrer a Justiça ou aos órgãos de defesa do consumidor.

7 – Arrependimento

Nas compras feitas pela internet ou telefone, existe o chamado “Direito do Arrependimento”, ou seja, o consumidor tem sete dias para desistir da compra a partir da aquisição do produto ou de seu recebimento. Por isso, fique atento aos prazos e avalie bem cada compra realizada.

Gostou das dicas? Deixe sua opinião nos comentários.

via Vai comprar na Black Friday? Confira as dicas para escapar de fraudes – Blog Jurídico Correspondentes.

Anúncios